Club de Paranavaí
Entre Rios

Rotary Club de Paranavaí Entre Rios entrega casa para família da Vila Alta.

Os sorrisos traduzem a alegria de quem saiu de um abrigo de papelão e restos de madeira e foi para uma casa com paredes de tijolos e telhado. Da situação de vulnerabilidade para a proteção e o conforto do lar. Esse foi o resultado de uma ação voluntária desenvolvida pelo Rotary Club de Paranavaí Entre Rios, que entregou nesta sexta-feira (10) as chaves da casa para a moradora da Vila Alta, Maria Aparecida da Silva, de 66 anos, que até pouco tempo residia em um barraco de madeira e papelão, com o filho e sobrevivem com um benefício de um salário mínimo. A pedido da comunidade da Vila Alta, os rotarianos aceitaram o desafio e iniciaram a arrecadação de recursos e materiais de construção. A casa foi construída pelo Clube, com o apoio de diversos voluntários, que contribuíram com doações de móveis e materiais para construção. De acordo com Luiz Cláudio Jabur, membro do Rotary que coordenou a ação, a entidade foi procurada pelo Advogado Luciano Pereira Ricato, que conheceu a família e diante da precária situação em que viviam, se sensibilizou com o caso. Ele propôs a construção da casa e se uniu ao Rotary Entre Rios para conseguirem doações. O objetivo era construir uma casa para a família que morava na última rua do bairro. Na avaliação do presidente do clube, Onivaldo Izidoro Pereira, aquelas pessoas viviam em um “estado desumano”. Os companheiros do Clube trabalharam durante os 10 dias da ExpoParanavaí na tradicional Barraca do Rotary. O dinheiro arrecadado durante o evento foi suficiente para custear os serviços de pedreiro. Já os materiais utilizados na obra foram conquistados graças às doações feitas por empresários e pela comunidade. Foram 90 dias para levantar a casa. 90 dias para que a família deixasse a situação de alta vulnerabilidade e pudesse se abrigar de maneira mais digna e cidadã. Ao comentar a ação voluntária do Rotary Club, Pereira citou Padre Antônio Vieira: “Para falar ao vento, bastam palavras. Para falar ao coração, são necessárias obras”. Também lembrou de Madre Tereza de Calcutá, “que nos ensinou que as mãos que fazem valem mais que os lábios que rezam”. Com duas frentes de arrecadação, uma feita pelo advogado Luciano Ricato e outra pelo Rotary, após cerca de três meses do início das obras, a casa de 56 m², composta por uma sala e cozinha integradas, quarto, banheiro e varanda, ficou pronta e mobiliada. Perguntada sobre o sentimento de ter uma casa própria, protegida da chuva e com o mínimo de conforto, dona Maria sorri e se limita a dizer: “Felicidade! Estou muito feliz”. Já o filho, Fernando Aparecido da Silva, de 30 anos, não esconde a gratidão. “Sem palavras para agradecer, só tenho que pedir a Deus para que abençoe todos vocês”. Foi a terceira casa entregue para famílias pobres de Paranavaí em 11 anos de existência do clube. De acordo com o presidente rotariano, não é prática promover ações desse tipo, já que o objetivo do clube é atender o máximo de pessoas em cada projeto. Mas, dependendo da situação, “o Entre Rios apoia e gerencia estes trabalhos”. O companheiro do Clube, Luiz Jabur, ressaltou a importância dos voluntários e empresas parceiras, além de contribuições espontâneas da comunidade, que possibilitaram o término da casa e proporcionaram uma vida melhor para a família. “Espero que eles sejam muito felizes aqui e que tenham conforto e dignidade”, desejou. Contribuíram com a obra os amigos da Advog, Amigos da Receita Federal, Amigos da Câmara Municipal, Tobias Vidraçaria, Depósito Transmaran, Supermercado Ricato,  Indústria de Suco Prats, Telhapar  e a comunidade.

Postado em 10 de Maio de 2019

PERFIL: Marcelo Martos Salomão, Coordenador Distrital do 4630

Associado há quatro anos do Rotary Club de Maringá Sul, clube do governador Edio Martello, Marcelo Martos Salomão recebeu o convite do governador para desempenhar o papel de Coordenador Distrital do Distrito 4630. Todos os eventos de treinamentos, posses e seminários promovidos pela governadoria são organizados e planejados por Marcelo, que conta com o apoio do Secretário Executivo Érique Henrique e da Chefe de Escritório Bruna Karine na parte administrativa, além dos rotarianos do Rotary Club de Maringá Sul. “Aproveitamos muito as reuniões semanais do clube para planejar as demandas de seminários e treinamentos da governadoria. Verificamos quais companheiros estão disponíveis para trabalhar nos eventos e fazemos a distribuição de tarefas considerando o perfil de cada associado”, explica Marcelo. USO DA TECNOLOGIA – O Coordenador Distrital reforça que o aplicativo WhatsApp também é bastante utilizado para alinhar com o grupo as informações pertinentes. “Temos o grupo do nosso clube no whatsApp, o que facilita bastante também a nossa comunicação”. Representante Comercial do ramo de componentes de calçados, Marcelo concilia a rotina empresarial de viagens com as atividades rotárias. Aquela máxima de que tempo não se tem, tempo se cria, encaixa-se perfeitamente com a disposição de Marcelo. “Estava ciente de que não seria fácil quando assumi o compromisso com o governador Edio de ser o seu Coordenador Distrital. Um bom planejamento feito e a compreensão da família facilitam as responsabilidades”, afirma. “O Marcelo tem um perfil de liderança, resolve o que tem ser feito. Não fica conjecturando, simplesmente faz. Bem determinado e conhecedor de fazer eventos, por isso não tive dúvidas de sua escolha como Coordenador Distrital”, elogia o governador Edio Martello. CONFERÊNCIA INTERNACIONAL CONECTANDO FRONTEIRAS Marcelo também ajudará na organização e realização da Conferência Internacional Conectando Fronteiras. “Eu e toda equipe do Rotary Club de Maringá Sul estaremos prontos para auxiliar o Coordenador da Conferência deste ano, governador Mauro Duarte e do André Siqueira Alves, que foi o Coordenador da Conferência 2017-18. Eles já têm todo o know how de uma conferência de porte internacional, com certeza realizaremos um grande evento”.  Larissa Nakao Comunicação Corporativa  

Postado em 21 de Novembro de 2019

GAs em Ação - Hely de Jesus Gomes – Grupo 10: Goioerê, Janiópolis, Mariluz e Moreira Sales

Economista e advogado, Hely comanda a Loteadora Moderna, empresa do ramo imobiliário e, além de Governador Assistente, é presidente da APAE de Janiópolis, onde atua em seu terceiro mandato. Há 6 anos no Rotary, ocupou o cargo de Imagem Pública por três gestões e foi presidente em 2017-18. “Inclusive ,foi o governador do meu ano rotário, Mauro Carvalho Duarte Junior, que me indicou para o governador Edio”, ressalta Hely. Casado há 15 anos com Alessandra, tem 2 filhos: Arthur, de 13 anos, e Giordana, de 9 anos. “Eles me apoiam bastante, porque não é fácil conciliar todas as responsabilidades, tem que se dedicar. Toda semana viajo para visitar os clubes. Esse contato é importante para o cumprimento das metas e entendimento do trabalho que precisamos exercer na comunidade. Creio que vamos conseguir realizar a maior parte das visitas, mas alguns problemas existem, como por exemplo, nossos associados entenderem a importância da Fundação Rotária. Temos mostrado aos clubes os caminhos para trazer novos sócios, através da execução de projetos distritais e globais que deem visibilidade para o trabalho do Rotary nas comunidades”, reforça.   O primeiro Rotary Club Satélite do Grupo 10 começou com 09 associados, na cidade de Rancho Alegre do Oeste. E, no mês passado, a documentação para registrar o Rotary Club Satélite de Goioerê União Atitude foi enviada para o RIBO, em São Paulo. “Este clube já conta com 19 associados e ambos Rotary Clubs Satélites têm o Rotary Club de Goioerê como padrinho”, informa Hely.  O GA ressalva que, até o final do ano rotário, incentivará todos os clubes a atingir a META EREY. “Temos falado, incansavelmente, sobre a importância de uma Fundação Rotária forte, para que a comunidade entenda que toda cidade só tem a ganhar com um Rotary Club presente”.  Larissa Nakao Comunicação Corporativa

Postado em 18 de Novembro de 2019

JAMEL é a 1ª Empresa Cidadã Major Donor do Distrito 4630

Empresa Cidadã do Rotary Club de Jandaia do Sul, a Jamel é a 1ª Empresa Cidadã do Distrito 4630 a receber o Título Major Donor, em reconhecimento a sua parceria com a Fundação Rotária, pelas suas contribuições ajudarem a transformar em projetos que beneficiam milhares de pessoas em todo o mundo. Esta homenagem de Doador Extraordinário é concedida a pessoas e empresas que atingem US$ 10 mil de contribuição à Fundação Rotária, que reconhece os Major Donors em seis níveis. Segundo o governador 2015-16 Renato Tavares, Coordenador Assistente da Fundação Rotária, as doações de pessoas físicas compõem diversos fundos, entre eles o Fundo Anual de Programas, o Fundo Pólio Plus e o Fundo de Dotação. Quando as contribuições são oriundas de empresas, elas são destinadas para a Associação Brasileira da The Rotary Foundation. “Os investimentos servem para Projetos de Subsídio Distrital ou Global, que financiam programas humanitários, que ajudam a melhorar a saúde, a redução da pobreza, o analfabetismo, o desenvolvimento econômico, a resolução de conflitos, entre outros”, explica Tavares. Ariani Missiato, Diretora Administrativa da Jamel, é a responsável pela gestão da empresa, supervisão administrativa, financeira, jurídica e comercial. “Com muito carinho recebemos esta homenagem e agradecemos a Deus por nos proporcionar nosso sustento e poder contribuir com projetos sociais onde encontramos pessoas especiais, como os rotarianos, que disponibilizam seu tempo livre para trabalhar em benefício ao próximo”, destaca.  A empresária afirma que a contribuição através do Programa Empresa Cidadã “é feita com o coração”. “Na minha opinião temos que ser gratos pela nossa comunidade, pois dela é que vem a ajuda que precisamos para tirar nosso sustento e crescer.  Sem a colaboração das pessoas que moram na nossa comunidade não vamos a lugar algum.  Acredito que todos nós empresários devemos ajudar”, defende Ariani. A Jamel iniciou suas atividades no interior de São Paulo, na cidade de Santa Rita do Passa Quatro, com três sócios.  Nos anos 70 tornou-se necessária sua expansão e foi criada a filial em Jandaia do Sul.   Em 1997, foi feita a cisão da empresa. O sócio Esio Missiato e seus filhos optaram por Jandaia do Sul enquanto os outros dois sócios permaneceram em sociedade na antiga matriz no estado de São Paulo.  O senhor Esio continua na administração como presidente da Indústria Missiato de Bebidas.   A empresa conta com cerca de 500 colaboradores diretos e com 28 representantes comerciais que atendem todo o Brasil e exterior. A marca se expande através do trabalho feito com distribuidores, atacadistas e clientes. “Fazemos um planejamento em mídias televisivas, visuais e redes sociais, além de pela sua qualidade como marca conquistar sempre novos consumidores. Estamos sempre atentos às novas tendências de mercado e procuramos desenvolver produtos que possam agradar aos mais diversos paladares”, explica Ariani.   Para a aprovação de qualquer produto, a Jamel trabalha com a sinergia entre vários departamentos: Qualidade, Jurídico, Custos, Marketing e Comercial.  De acordo com a diretora administrativa, não existe diferença entre matriz e a filial em Anápolis, Goiás. “As duas plantas industriais possuem tecnologia de ponta e alto controle de qualidade dos nossos produtos. A escolha por Anápolis foi feita para melhor atender o Centro Oeste, Norte e Nordeste, pela sua localização. Deu-se pela necessidade de maior produção para poder atender a demanda crescente do mercado pelos nossos produtos”, ressalva sobre a expansão da marca. Além do Rotary, a Jamel é parceira de entidades de Jandaia do Sul e de outras cidades da região, como exemplo creches, asilos, igreja, escolas, etc. Larissa Nakao Comunicação Corporativa

Postado em 13 de Novembro de 2019

GAs em Ação - Cleber Silverio Simão – Grupo 20: Fênix, Lunardelli, São João do Ivaí e Barbosa Ferraz Celeiro do Paraná

Com 13 anos de Rotary, Cleber já passou por todas as comissões. “Mas presidir as de Desenvolvimento do Quadro Associativo, Projetos e Fundação Rotária foi o mais desafiador e gratificante, pois foi com o conhecimento adquirido nelas que assumi o cargo de presidente em 2015-16. Através de treinamentos e palestras, pude enriquecer meus conhecimentos, assim, me senti preparado em aceitar o convite do governador Edio para o cargo de Governador Assistente (GA)”. Casado com Bruna Maria, há cerca de quatro meses chegou Elis Maria para completar a família. Segundo Cleber, a compreensão e ajuda da esposa são fundamentais para ele assumir os compromissos como GA. Empresário no ramo de Papelaria, ele agora transformou um hobby em negócio. Criou, com outros três parceiros, a Cervejaria 4Bodes – Indústria de Cervejas Artesanais. “Mesmo com todos os compromissos no meio empresarial, dedico-me ao máximo aos clubes. Mantenho visitas periódicas e fico à disposição para sanar dúvidas através, de e-mails e telefones”, completa. Seu grupo trabalha na formação de Rotary Clubs Satélites com os rotarianos de Barbosa Ferraz. “Estamos bem adiantados na fundação do RC Satélite em Corumbataí do Sul, onde contamos com o apoio da Equipe Distrital do DQA - Atração e Engajamento, em especial do companheiro Maioli e governador Claudiney Rocco. Ainda temos como meta mais dois Clubes Satélites, um em Godoy Moreira, com o apoio dos Rotary Clubs de Lunardelli e São João do Ivaí, e outro em Quinta do Sol, com o apoio dos associados de Fênix”, explica. Os clubes têm utilizado as ferramentas repassadas em treinamentos para a admissão de novos sócios e, para reforçar esse trabalho, estão em contato com a Equipe Distrital para Palestras de Motivação para Admissão de novos sócios. Em setembro, uma Palestra sobre Projetos, ministrada pelo governador Renato Tavares, foi direcionada para todos os clubes do Grupo 20, com o objetivo de fomentar a realização de Projetos. “Todos os Clubes do Grupo 20 realizaram Projetos de Subsídio Distrital e temos como meta a realização de, pelo menos, um Global por clube”, destaca Cleber. Larissa Nakao Comunicação Corporativa

Postado em 08 de Novembro de 2019

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL: PROJETO EM PAZ COM A NATUREZA

O projeto “Em Paz com a Natureza” do Rotary Club de Paranavaí Entre Rios após cinco anos de implantação tem dado resultados excelentes na nascente do Ribeirão Paranavaí, local do plantio de diversos tipos de mudas.  No último ano rotário duas etapas foram concluídas. A primeira refere-se ao plantio de 1.200 árvores, completando 13.200 árvores plantadas desde o início do projeto. A segunda etapa corresponde a um replantio de 1.100 mudas cujas aquelas que foram plantadas anteriormente não vingaram. O projeto consiste em plantar, aguar em caso de seca prolongada, rapinagem que o clube paga a trabalhadores, além da adubagem necessária até as árvores atingirem certo porte.  O sucesso do projeto que se observa desde o início é exatamente pelo cuidado que os rotarianos têm com as mudas após o plantio. Existe um acompanhamento para que aconteça a evolução da recomposição da flora com mudas, sempre de espécies nativas da região.   São cerca de 22 espécies de árvores plantadas e desenvolvidas, com exceção das castanheiras que se adaptaram bem nesse tipo de solo e se desenvolveram em velocidade maior que as nativas, que são em grande parte, espécies de madeiras de lei.  “O local do plantio, a nascente do Ribeirão Paranavaí, era uma pastagem onde ali se pastoreavam gados e equinos e o terreno era apenas um charco sem vida. Após a implantação do projeto, a nascente voltou a verter água com grande fluxo onde já se pode observar uma pequena queda d'água que, à certa distância, ouve-se seu ruído. Isso, nos permite ter e orgulho deste projeto que é muito elogiado pela sociedade”, afirma Onivaldo Izidoro Pereira, da Subcomissão de Imagem Pública do Rotary Club de Paranavaí Entre Rios. Larissa Nakao Comunicação Corporativa

Postado em 04 de Novembro de 2019

Ver todos

PERFIL: Marcelo Martos Salomão, Coordenador Distrital do 4630

Associado há quatro anos do Rotary Club de Maringá Sul, clube do governador Edio Martello, Marcelo Martos Salomão recebeu o convite do governador para desempenhar o papel de Coordenador Distrital do Distrito 4630. Todos os eventos de treinamentos, posses e seminários promovidos pela governadoria são organizados e planejados por Marcelo, que conta com o apoio do Secretário Executivo Érique Henrique e da Chefe de Escritório Bruna Karine na parte administrativa, além dos rotarianos do Rotary Club de Maringá Sul. “Aproveitamos muito as reuniões semanais do clube para planejar as demandas de seminários e treinamentos da governadoria. Verificamos quais companheiros estão disponíveis para trabalhar nos eventos e fazemos a distribuição de tarefas considerando o perfil de cada associado”, explica Marcelo. USO DA TECNOLOGIA – O Coordenador Distrital reforça que o aplicativo WhatsApp também é bastante utilizado para alinhar com o grupo as informações pertinentes. “Temos o grupo do nosso clube no whatsApp, o que facilita bastante também a nossa comunicação”. Representante Comercial do ramo de componentes de calçados, Marcelo concilia a rotina empresarial de viagens com as atividades rotárias. Aquela máxima de que tempo não se tem, tempo se cria, encaixa-se perfeitamente com a disposição de Marcelo. “Estava ciente de que não seria fácil quando assumi o compromisso com o governador Edio de ser o seu Coordenador Distrital. Um bom planejamento feito e a compreensão da família facilitam as responsabilidades”, afirma. “O Marcelo tem um perfil de liderança, resolve o que tem ser feito. Não fica conjecturando, simplesmente faz. Bem determinado e conhecedor de fazer eventos, por isso não tive dúvidas de sua escolha como Coordenador Distrital”, elogia o governador Edio Martello. CONFERÊNCIA INTERNACIONAL CONECTANDO FRONTEIRAS Marcelo também ajudará na organização e realização da Conferência Internacional Conectando Fronteiras. “Eu e toda equipe do Rotary Club de Maringá Sul estaremos prontos para auxiliar o Coordenador da Conferência deste ano, governador Mauro Duarte e do André Siqueira Alves, que foi o Coordenador da Conferência 2017-18. Eles já têm todo o know how de uma conferência de porte internacional, com certeza realizaremos um grande evento”.  Larissa Nakao Comunicação Corporativa  

Em 21/11/2019

PROERD 2019 - Iretama PR

Presidente do Rotary Club de Iretama Eugênia de Lourdes Giraldo de Brito e demais companheiros prestigiam a Formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas PROERD edição 2019 no município de Iretama.  

Em 19/11/2019 por Rotary Club de Iretama

GAs em Ação - Hely de Jesus Gomes – Grupo 10: Goioerê, Janiópolis, Mariluz e Moreira Sales

Economista e advogado, Hely comanda a Loteadora Moderna, empresa do ramo imobiliário e, além de Governador Assistente, é presidente da APAE de Janiópolis, onde atua em seu terceiro mandato. Há 6 anos no Rotary, ocupou o cargo de Imagem Pública por três gestões e foi presidente em 2017-18. “Inclusive ,foi o governador do meu ano rotário, Mauro Carvalho Duarte Junior, que me indicou para o governador Edio”, ressalta Hely. Casado há 15 anos com Alessandra, tem 2 filhos: Arthur, de 13 anos, e Giordana, de 9 anos. “Eles me apoiam bastante, porque não é fácil conciliar todas as responsabilidades, tem que se dedicar. Toda semana viajo para visitar os clubes. Esse contato é importante para o cumprimento das metas e entendimento do trabalho que precisamos exercer na comunidade. Creio que vamos conseguir realizar a maior parte das visitas, mas alguns problemas existem, como por exemplo, nossos associados entenderem a importância da Fundação Rotária. Temos mostrado aos clubes os caminhos para trazer novos sócios, através da execução de projetos distritais e globais que deem visibilidade para o trabalho do Rotary nas comunidades”, reforça.   O primeiro Rotary Club Satélite do Grupo 10 começou com 09 associados, na cidade de Rancho Alegre do Oeste. E, no mês passado, a documentação para registrar o Rotary Club Satélite de Goioerê União Atitude foi enviada para o RIBO, em São Paulo. “Este clube já conta com 19 associados e ambos Rotary Clubs Satélites têm o Rotary Club de Goioerê como padrinho”, informa Hely.  O GA ressalva que, até o final do ano rotário, incentivará todos os clubes a atingir a META EREY. “Temos falado, incansavelmente, sobre a importância de uma Fundação Rotária forte, para que a comunidade entenda que toda cidade só tem a ganhar com um Rotary Club presente”.  Larissa Nakao Comunicação Corporativa

Em 18/11/2019

JAMEL é a 1ª Empresa Cidadã Major Donor do Distrito 4630

Empresa Cidadã do Rotary Club de Jandaia do Sul, a Jamel é a 1ª Empresa Cidadã do Distrito 4630 a receber o Título Major Donor, em reconhecimento a sua parceria com a Fundação Rotária, pelas suas contribuições ajudarem a transformar em projetos que beneficiam milhares de pessoas em todo o mundo. Esta homenagem de Doador Extraordinário é concedida a pessoas e empresas que atingem US$ 10 mil de contribuição à Fundação Rotária, que reconhece os Major Donors em seis níveis. Segundo o governador 2015-16 Renato Tavares, Coordenador Assistente da Fundação Rotária, as doações de pessoas físicas compõem diversos fundos, entre eles o Fundo Anual de Programas, o Fundo Pólio Plus e o Fundo de Dotação. Quando as contribuições são oriundas de empresas, elas são destinadas para a Associação Brasileira da The Rotary Foundation. “Os investimentos servem para Projetos de Subsídio Distrital ou Global, que financiam programas humanitários, que ajudam a melhorar a saúde, a redução da pobreza, o analfabetismo, o desenvolvimento econômico, a resolução de conflitos, entre outros”, explica Tavares. Ariani Missiato, Diretora Administrativa da Jamel, é a responsável pela gestão da empresa, supervisão administrativa, financeira, jurídica e comercial. “Com muito carinho recebemos esta homenagem e agradecemos a Deus por nos proporcionar nosso sustento e poder contribuir com projetos sociais onde encontramos pessoas especiais, como os rotarianos, que disponibilizam seu tempo livre para trabalhar em benefício ao próximo”, destaca.  A empresária afirma que a contribuição através do Programa Empresa Cidadã “é feita com o coração”. “Na minha opinião temos que ser gratos pela nossa comunidade, pois dela é que vem a ajuda que precisamos para tirar nosso sustento e crescer.  Sem a colaboração das pessoas que moram na nossa comunidade não vamos a lugar algum.  Acredito que todos nós empresários devemos ajudar”, defende Ariani. A Jamel iniciou suas atividades no interior de São Paulo, na cidade de Santa Rita do Passa Quatro, com três sócios.  Nos anos 70 tornou-se necessária sua expansão e foi criada a filial em Jandaia do Sul.   Em 1997, foi feita a cisão da empresa. O sócio Esio Missiato e seus filhos optaram por Jandaia do Sul enquanto os outros dois sócios permaneceram em sociedade na antiga matriz no estado de São Paulo.  O senhor Esio continua na administração como presidente da Indústria Missiato de Bebidas.   A empresa conta com cerca de 500 colaboradores diretos e com 28 representantes comerciais que atendem todo o Brasil e exterior. A marca se expande através do trabalho feito com distribuidores, atacadistas e clientes. “Fazemos um planejamento em mídias televisivas, visuais e redes sociais, além de pela sua qualidade como marca conquistar sempre novos consumidores. Estamos sempre atentos às novas tendências de mercado e procuramos desenvolver produtos que possam agradar aos mais diversos paladares”, explica Ariani.   Para a aprovação de qualquer produto, a Jamel trabalha com a sinergia entre vários departamentos: Qualidade, Jurídico, Custos, Marketing e Comercial.  De acordo com a diretora administrativa, não existe diferença entre matriz e a filial em Anápolis, Goiás. “As duas plantas industriais possuem tecnologia de ponta e alto controle de qualidade dos nossos produtos. A escolha por Anápolis foi feita para melhor atender o Centro Oeste, Norte e Nordeste, pela sua localização. Deu-se pela necessidade de maior produção para poder atender a demanda crescente do mercado pelos nossos produtos”, ressalva sobre a expansão da marca. Além do Rotary, a Jamel é parceira de entidades de Jandaia do Sul e de outras cidades da região, como exemplo creches, asilos, igreja, escolas, etc. Larissa Nakao Comunicação Corporativa

Em 13/11/2019

Horta Social - Cemic São José

Um dia muito especial para nós do Rotary Cinturão Verde e CEMIC São José, 09/11/2019, iniciamos a construção da horta social, em parceria com alunos e professores da UNIPAR, CURSOS SEMI-PRESENCIAIS e a empresa Uniffer. Obrigado a todos por sonhar junto conosco este sonho, só assim foi possível ser realidade. Estamos no começo ainda, tem muito trabalho, toda ajuda é bem vinda, estaremos no projeto todos os sábado das 8h as 11h. Participe!.

Em 09/11/2019 por Rotary Club de Cianorte-Cinturão Verde

Assembleia com o GD 19/20 Edio Martello

Dia 08/11/2019 tivemos a honra de receber nosso DG 19/20 Edio Martello para Assembleia. Muito obrigado Governador pela presença em nosso club, foi com certeza muito proveitosa suas dicas e sugestões. Volte sempre.

Em 08/11/2019 por Rotary Club de Cianorte-Cinturão Verde

Reuniões Segundas-Feiras | 20:00
Av. Paraná,863 Cep: 87705-190